sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Reencontro

O passado quieto e escondido, de repente, surge . E se apresenta novamente. E quer te contar tudo que tu já sabes, mas esqueceste. E tudo que tu deverias saber, mas não conheceste.
Chega manso, te toma a atenção e te enche de memórias. Claras, difusas, confusas.
Às vezes, te toma o pensamento com sofreguidão. Imerge-te em lembranças que nem sabias, mas lá existiam.
Todo reencontro é assim: o passado se fazendo presente.
E esses momentos são mais intensos, pois conheces mais a vida. Aproveita teu reencontro, mas não deixa que ele sepulte o passado de vez. Permitas sempre, que o passado possa novamente, ter contigo, um dedo de prosa.
Assim, podes conhecer-te melhor e quem sabe aprender um pouco sobre o que és, pelo que foste.

Um comentário:

Roney - florear disse...

Reencontro, quanto podemos falar sobre isto não é? Vivemos em eterno reencontro...

grande abraço!